jovex

Qual foi a importância do Orkut para a internet brasileira?

Foram dez anos de história, mas o Orkut não aguentou a concorrência e, enfim, sucumbiu. A rede social mais brasileira que já existiu foi encerrada pelo Google nesta terça-feira, 30, e não há saudosismo que a traga de volta.
O Orkut foi colocado em operação no dia 24 de janeiro de 2004, uma época em que apenas 12,2% dos domicílios brasileiros contavam com internet - algo em torno de 21,6 milhões de pessoas, segundo a Pesquisa Anual de Amostra de Domicílios (PNAD) daquele ano. Hoje são mais de 86 milhões de internautas e, ao menos em parte, foi graças à rede social que os números cresceram.
Um estudo da FGV diz que, com as possibilidades de exposição, de criar e manter contato com pessoas distantes, o site se tornou responsável direto pela chegada de milhões de pessoas à web. "O Orkut foi a porta de entrada à internet para 82% da população brasileira na época em que se popularizou", conta Bia Granja, curadora do youPIX Festival.
O brasileiro ainda não tinha visto nada parecido. O Orkut já era, em 2004, a "casa" do internauta - algo que Mark Zuckerberg entendeu só em 2011, quando anunciou a Timeline do Facebook.
"Foi uma grande ferramenta de inclusão digital, ele era o RG virtual das pessoas", comenta Bia. "Tinha gente no interior do país, no sertão, que não tinha RG de verdade, mas tinha perfil no Orkut, e por isso acabou se tornando o berço da cultura de internet como conhecemos hoje. Ele foi o retrato de uma era, por muitos anos nossa vida se deu nessa rede social."
Agesandro Scarpioni, que coordena o curso de Sistemas de Informação da FIAP, lembra que muitas ferramentas usadas hoje são tão familiares ao brasileiro por causa do Orkut. "Como os distintivos", explica: "Tal pessoa é favorita, tal comentário tem valor." Em outras palavras, no Brasil, o like do Facebook é o que é porque o internauta já entendia o sistema quando o conheceu.
O mercado também passou a olhar mais atentamente para o Brasil depois de ver a forma como a rede social foi abraçada pelo povo daqui. Afinal, o Orkut foi um produto pensado para o norte-americano, mas só decolou aqui e na Índia. "Muitas empresas de tecnologia foram abertas no Brasil depois", afirma Agesandro.
Reprodução
Em junho, quando o Google anunciou que acabaria com o Orkut, surgiu uma petição que pedia 100 mil assinaturas para pressionar a empresa a desistir. Reunir 100 mil pessoas pelo bem do Orkut parecia tarefa simples, mas os organizadores não chegaram sequer aos 90 mil. Além disso, em agosto, a um mês da desativação, só 3 milhões de internautas acessaram o Orkut. São situações que demonstram o porquê de o Google ter decidido matar o serviço.

"Não dá pra manter uma plataforma por saudosismo", ressalta o professor da FIAP. "No mundo nada é para sempre, e na TI também é assim."
Mas isso não significa que ninguém se importe, ao consultar os comentários sobre o assunto no Twitter ou no Facebook, a impressão é a de que a internet brasileira entrou em luto. "Durante muito tempo as pessoas viveram a vida registrando tudo e documentando tudo no Orkut. As relações aconteciam lá, as piadas, as comunidades… ele é um grande diário, você jogaria seu diário de papel fora?", questiona Bia em retórica: "Não! O mesmo acontece com o Orkut... as pessoas estão tristes de perder esse registro."

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veja Mais